Anúncios
DicasNews

Miami Open é grande atração em Key Biscayne


Pouco conhecida da maioria dos brasileiros, a ilha de Key Biscayne é um pedaço de paraíso ao lado de Miami. Habitada por quem busca contato permanente com o mar e a natureza e não abre mão do burburinho urbano, Key Biscayne é excelente opção para se morar. Entretanto, nos meses de março e abril de todos os anos, a ilha torna-se super agitada porque é lá que fica o Crandon Park Tennis Centre, local onde é disputado o Miami Open – um torneio ATP bastante conceituado e considerado como o “Quinto Grand Slam” em razão da presença dos principais tenistas do mundo.

crandon-park

Crandon Park Tennis Centre, em Key Biscayne, palco das exibições do melhores tenistas do mundo

A grande ausência é a de Serena Williams – maior vencedora de Grand Slams na Era Aberta (23) e a apenas um Grand Slam de se igualar com a australiana Margaret Court Smith que ganhou 24 torneios na Era Amadora. Entretanto, na chave feminina não faltam boas jogadoras. Desde sua irmã Venus até as russas Svetlana Kuznetsova e Elena Vesnina, finalistas em Indian Wells, passando por Angelique Kerber (ALE), Simona Halep (ROM), Dominika Cibulkova (ESL), Agnieszka Radwanska (POL), Karolina Pliskova (CHE), Garbiñe Muguruza (ESP), Madison Keys (EUA) Johanna Konta (GBR) e Eugenie Bouchard (CAN).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tenista canadense Eugenie Bouchard, considerada uma das mais belas do circuito, agora também está na carreira de modelo

Do lado masculino, os melhores do mundo estão presentes, com exceção do escocês Andy Murray, nº1 do mundo. Porém, as outras “feras” estão aqui: Novak Djokovic (SER), Milos Raonic (CAN), Kei Nishikori, (JPN), Rafael Nadal (ESP), Marin Cilic (CRO), Dominic Thiem (AUT), Gael Monfils (FRA), Stan Wawrinka e Roger Federer. Estes dois suíços fizeram a final em Indian Wells, confirmando a boa fase deles, sobretudo de Federer que muita gente já apontava em final de carreira. O craque venceu o Australian Open, primeiro Grand Slam do ano, e vem disposto a mostrar que ainda tem muita lenha para queimar. Entre os brasileiros, Thomaz Bellucci tenta fazer um bom papel e melhorar sua posição no ranking da ATP, uma vez que figura no 100º lugar.

 

Roger Federer, vencedor do Australian Open, está mostrando em 2017 porque é um dos maiores tenistas de todos os tempos

Além da alta qualidade dos jogos, proporcionada por tenistas de primeira linha, Miami vive um clima legal em sua vida social, com os jogadores e jogadoras participando de eventos sociais e de patrocinadores, contato com torcedores e um clima bem legal para os fãs de tênis.

Interessante também destacar que Miami Open é um torneio patrocinado pelo Banco Itaú, sendo que o banco brasileiro opera nos EUA apenas como banco de investimentos e private bank e não tem agências comerciais abertas ao público.

Visitar Miami nestas duas semanas de torneio – entre 20 de março e 2 de abril – é excelente opção. Dá para ver os melhores tenistas em ação e ainda curtir as praias de Miami Beach e Key Biscayne, além de aproveitar os bares, restaurantes e vida noturna de Miami. Quem quiser comprar ingressos e saber mais informações sobre o Miami Open, deve acessar o site http://miamiopen.com. Sem dúvida, estar aqui neste período é um ace garantido para aqueles que curtem tênis bem jogado.

Mais uma das #dicasdotozzi

 

dicasdotozzi-1

 

 

Anúncios
Sobre Tozzi (71 artigos)
A class of 1979 graduate from FAAP with over 30 years’ experience, he has also worked for 5 years for Grupo O Estado de S.Paulo/Jornal da Tarde, all the while also freelancing for publications such as Exame, and magazines such as Grupo Ideia, editora da IstoÉ, e Química e Derivados, da editora QD. In the media relations world, he worked for Burson Marsteller in São Paulo, one of the sector's most highly regarded companies wherein he held the title of Gerente de Imprensa and fulfilled the job function of coordinating the activities of his fellow colleagues. In the United States, he has become known as one of the nation’s top Portuguese-speaking journalists having in his curriculum the experience of being editor-in-chief of such publications such as Florida Review in Miami and AcheiUSA in Broward. Furthermore, in South Florida, he collaborated on the journal, O Estado de S.Paulo, with the radio station CBN, and was editor of Sony magazine’s Portuguese branch. His work in television includes CBS Telenotícias, which provided Brazil with journalistic information and PSN, a sports station, wherein he produced the tennis broadcasts. Finally, he also worked for RIT TV as a director of journalism. He worked as a color commentator for NBA games, which are broadcast live to Brazil via TNT (Canal Space Brasil) and also a weekly contributor to the website Direto da Redação. He is a translator who counts on a client base which includes the likes of Motorola, Wacom, and ViewSonic among others.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: