Anúncios
DicasNews

Coconut Grove, o bairro cool de Miami


O local onde estavam radicados os índios Tequesta ganhou a reputação de abrigar a comunidade mais atraente, dinâmica e de mente independente do Sul da Flórida. além disto, fica num lugar privilegiado com uma folhagem subtropical à frente das águas de azul turquesa da Baía de Biscayne.


Poucos bairros representam tão bem o espírito dos miamenses como Coconut Grove, situado ao lado de Coral Gables ao sul e da Brickell Area e Downtown ao norte. O local onde estavam radicados os índios Tequesta ganhou a reputação de abrigar a comunidade mais atraente, dinâmica e de mente independente do Sul da Flórida. além disto, fica num lugar privilegiado com uma folhagem subtropical à frente das águas de azul turquesa da Baía de Biscayne.

coconut-grove-homes

Vizcaya Museum and Gardens, uma das belas casas de Coconut Grove, abre à visitação pública

Em meados do século 19, alguns abnegados tentaram fixar residência lá, como o casal Ned e Ann Beasley e Dr. Horace Porter – criador do primeiro posto local dos Correios americano – , entretanto foi nos anos de 1870 que outras pessoas focram atraídas pela região como as famílias Pent e Frow, vindas das Bahamas, e “Jolly” Jack Peacock, mantenedor da Casa de Refúgio para marinheiros de navios naufragados. Ele gostou tanto que convidou seu irmão Charles e família para trocar Inglaterra por Coconut Grove. Ao mesmo tempo, Ralph Munroe, um bem-sucedido designer de veleiros de Long Island e Staten Island, veio para Miami velejando de férias. Ele tornou-se amigo dos Peacocks e mudou-se para área com Eva, sua jovem esposa, que tinha tuberculose, na esperança de que um clima mais ameno pudesse ajudá-la em sua convalescência. No entanto, apesar dos esforços de Isabella Peacock, mulher de Charles, Eva não resistiu à doença e faleceu.

Peacock_at_Bird_Park

Peacock Park, um dos parques mais frequentados de Coconut Grove

Os Peacocks e Munroe solidificaram a amizade e foram pioneiros na região. Em 1882, os Peacocks construíram o Bay View Inn, uma estrutura de madeira simples, onde fica hoje Peacock Park. Foi o primeiro “hotel” da área. Alguns dos hóspedes eram os negros da Bahamas que criaram seu assentamento ao longo da Charles Avenue. Já Munroe foi o fundador do Biscayne Bay Yacht Club junto com Kirk Munroe, que não era seu parente.

Nos quatorze anos seguintes, Coconut Grove tornou-se um ponto de encontro de artistas, velejadores, naturalistas e adquiriu este aspecto de bairro boêmio que perdura até hoje. É uma das cidades mais cools do Sul da Flórida. O jeito de ser da região mudou completamente a partir de 1896 quando Florida East Coast Railway de Henry M. Flagler chegou a Miami. Em breve, os moradores de Coconut Grove sentiram-se preocupados com o rápido crescimento da área, pois o fantástico meio-ambiente e o estilo de vida descontraído poderiam ser afetados.

No início do século 20, vários visitantes bem-sucedidos e ricos construíram belas casas em frente ou perto da Baía de Coconut Grove, criando a chamada “ala dos milionários”. Entre eles, figuravam nomes como William Deering, William Matheson, Arthur Curtis James, David Fairchild e John Bindley. Além disto, uma área em torno da Highway abrigou o político e estadista William Jennings Bryan e três almirantes aposentados dos Estados Unidos. Depois de a ferrovia cruzar o Rio Miami e mudar-se para o sul em direção às Florida Keys, Coconut Grove ganhou nova importância como uma comunidade agrícola, assim que os mercados produtores tornaram-se prontamente acessíveis.

streetscapeslider

Um dos pontos onde se reúnem pessoas que amam um ambiente cool e vida ao ar livre

A entrada dos EUA na Primeira Guerra Mundial em 1917 inaugurou uma nova era para Coconut Grove quando a Marinha dos Estados Unidos construiu uma das primeiras estações aéreas navais da nação em Dinner Key, antes uma ilha preferida para se fazer picnics. Mais de 1.000 aspirantes de aviadores treinaram lá. Os cidadãos de Coconut Grove irritados com o barulho e a poluição provocados pela estação aérea naval fizeram pressão para o governo federal fechá-la, o que ocorreu em 1919. Logo depois, Coconut Grove foi incorporada como cidade. Grove permaneceu como cidade apenas por seis anos, depois de o crecimento da cidade de Miami, no meio de um grande boom imobiliário, tê-la anexado, apesar da forte oposição dos moradores do Grove.

Enquanto isto, sua antiga estação aérea naval abrigou a Pan American Airways em 1929, que manteve uma base de hidroaviões durante a Segunda Guerra Mundial. Depois da guerra, Dinner Key Auditorium foi inaugurado como parte do local onde ficava a base aérea. A construção serviu como palco de concertos musicais e outras atividades artísticas, porém, Coconut Grove tornou-se o centro de um tumulto político após a cidade de Miami ter mudado a sede da prefeitura do centro da cidade para Dinner Key em 1954.

Em meados e no final das décadas do século 20, Coconut Grove manteve vários elementos de sua identidade característica continuando a atrair tipos criativos como os escritores Marjory Stoneman Douglas, Hervey Allen e Tennessee Williams, assim como artistas e músicos. Também floresceu como lugar de vida boêmia do Sul da Flórida com seus cafés, lojas, galerias de arte e um parque que reúne todos tipos de frequentadores, Peacock Park. Com seus desfiles, festivais artísticos e famosas festas de Halloween, manteve o espírito de bairro festivo

hero-coconut-grove

Barcos transformam a Baía de Coconut Grove em um espetáculo visual incrível

Os prédios de madeira ao longo da South Bayshore Drive foram substituídos por condomínios horizontais de alto padrão nos anos 70. Malls como Mayfair e Cocowalk dominam a área que circunda McFarlane, Grand e Main Highway. Foi a singularidade do Grove, juntamente com sua tolerância para todos pontos de vista e estilos de vida, que catalisou estas mudanças, uma vez que os investidores e os construtores sabiam que as pessoas estavam atraídas por um bairro, que tem continuamente mantido um ambiente e um espírito vibrante ao contrário de outras comunidades do Sudeste da Flórida.

Mais uma das #dicasdotozzi

dicasdotozzi-1

bast-media-banner

Anúncios
Sobre Tozzi (71 artigos)
A class of 1979 graduate from FAAP with over 30 years’ experience, he has also worked for 5 years for Grupo O Estado de S.Paulo/Jornal da Tarde, all the while also freelancing for publications such as Exame, and magazines such as Grupo Ideia, editora da IstoÉ, e Química e Derivados, da editora QD. In the media relations world, he worked for Burson Marsteller in São Paulo, one of the sector's most highly regarded companies wherein he held the title of Gerente de Imprensa and fulfilled the job function of coordinating the activities of his fellow colleagues. In the United States, he has become known as one of the nation’s top Portuguese-speaking journalists having in his curriculum the experience of being editor-in-chief of such publications such as Florida Review in Miami and AcheiUSA in Broward. Furthermore, in South Florida, he collaborated on the journal, O Estado de S.Paulo, with the radio station CBN, and was editor of Sony magazine’s Portuguese branch. His work in television includes CBS Telenotícias, which provided Brazil with journalistic information and PSN, a sports station, wherein he produced the tennis broadcasts. Finally, he also worked for RIT TV as a director of journalism. He worked as a color commentator for NBA games, which are broadcast live to Brazil via TNT (Canal Space Brasil) and also a weekly contributor to the website Direto da Redação. He is a translator who counts on a client base which includes the likes of Motorola, Wacom, and ViewSonic among others.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: