Anúncios
DicasNews

The Breakers: aristocracia com flair tropical


Portanto, se você ainda não conhece Palm Beach nem The Breakers não sabe o que está perdendo.


the breakers ocean view

Semana passada, o #dicasdotozzi mostrou a renovação do icônico Biltmore Hotel. Então, um  leitor comentou que valeria a pena falar sobre outro ícone da hotelaria no Sul da Flórida: The Breakers, localizado na aristocrática ilha de Palm Beach. E assim foi feito.

The_Breakers,_Palm_Beach,_Florida

Sua história começou no fInal do século retrasado, quando magnatas da indústria e socialites elegantes elegeram as imaculadas praias como seu novo destino—uma longa faixa de areia na ilha de Palm Beach.

h flagler

Flagler Museum

Henry M. Flagler, um dos maiories industriais dos Estados Unidos na época, foi quem começou a tendência de construir belas e grandiosas propriedades na ilha. A primeira delas foi The Royal Poinciana, uma beleza ao estilo georgiano com seis andares. Dois anos depois, Flagler inaugurou seu hotel em frente ao mar para deleite dos hóspedes que se sentiam privilegiados por estarem perto da água em um local especial— defronte aos “the breakers”, local onde as ondas quebravam e se dissipavam.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Após os incêndios ocorridos em 1903 e 1925, o hotel reemergiu ainda mais opulento. A segunda reconstrução do The Breakers foi obra dos arquitetos novaiorquinos Shultze e Weaver, os mesmos idealizadores dos hotéis mais cobiçados de Manhattan: Pierre, Sherry-Netherland e Waldorf Astoria em Park Avenue. Descrito pela dupla como “o ápice da perfeição em design e magnificência”, The Breakers reabriu em 1926, alcançando o mais alto nível em termos de influência europeia e talento arquitetônico. A mais recente reforma de Flagler teve como modelo a magnífica Villa Medici de Roma—um esforço ambicioso que envolveu 75 artesãos trazidos da Itália. Eles foram responsáveis por completar pinturas intrincadas e colocar detalhes em todo o teto de 70 metros do lobby principal e pelos banheiros sociais do primeiro andar, que podem ser observados ainda hoje. Esta grandiosidade colocou The Breakers em uma classe única.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ano após ano, a reputação do resort foi crescendo e se espalhando, atraindo celebridades que passavam férias em Palm Beach o ano todo. Certa época, o livro dos hóspedes reproduzia o “who’s who” do início do século 20 dos EUA: Rockefellers, Vanderbilts, Astors, Andrew Carnegie e J.P. Morgan, passavam férias ao lado de presidentes americanos e da nobreza europeia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Hoje, a história do The Breakers continua, mantendo os mesmos ideais que tornaram-no especial — luxo sem limite, glamour à beira-mar e serviço de classe mundial —, mas incorporando o novo. No mundo atual, mais interconectado do que nunca, sua administração garante estar totalmente comprometida com seus empregados, com o meio-ambiente e cumprindo a missão de oferecer bem estar ao nível máximo aos seus hóspedes.

Por todo o resort, foram implantadas práticas que preservam os recursos e protegem o ambiente, a fim de garantir a qualidade de vida das futuras gerações. Esses desafios incluem eficiência de energia, conservação de água e redução de lixo. Por tudo isto, ganharam o selo Green Power concedido pela Agência de Proteção Ambiental dos EUA.

Seus mais de dois mil funcionários também entendem essa responsabilidade e inserem-se na comunidade, até porque o bem estar deles reflete no atendimento aos hóspedes.

Por falar em hóspedes, atividades não faltam para eles no The Breakers em Palm Beach. Desde piscinas e praia exclusiva até spa, golfe, tênis, passando por esportes aquáticos e dezenas de restaurantes e bares que satisfazem os paladares mais exigentes.

Portanto, se você ainda não conhece Palm Beach nem The Breakers não sabe o que está perdendo. Não é à toa que o presidente Donald Trump sempre que pode foge de Washington e vem para Palm Beach recarregar suas baterias neste paraíso subtropical. Só que ele fica em Mar-o-Lago – isto, porém, é assunto para outra oportunidade.

Image result for palm beach island florida

 

 

Anúncios
Sobre Tozzi (115 artigos)
A class of 1979 graduate from FAAP with over 30 years’ experience, he has also worked for 5 years for Grupo O Estado de S.Paulo/Jornal da Tarde, all the while also freelancing for publications such as Exame, and magazines such as Grupo Ideia, editora da IstoÉ, e Química e Derivados, da editora QD. In the media relations world, he worked for Burson Marsteller in São Paulo, one of the sector's most highly regarded companies wherein he held the title of Gerente de Imprensa and fulfilled the job function of coordinating the activities of his fellow colleagues. In the United States, he has become known as one of the nation’s top Portuguese-speaking journalists having in his curriculum the experience of being editor-in-chief of such publications such as Florida Review in Miami and AcheiUSA in Broward. Furthermore, in South Florida, he collaborated on the journal, O Estado de S.Paulo, with the radio station CBN, and was editor of Sony magazine’s Portuguese branch. His work in television includes CBS Telenotícias, which provided Brazil with journalistic information and PSN, a sports station, wherein he produced the tennis broadcasts. Finally, he also worked for RIT TV as a director of journalism. He worked as a color commentator for NBA games, which are broadcast live to Brazil via TNT (Canal Space Brasil) and also a weekly contributor to the website Direto da Redação. He is a translator who counts on a client base which includes the likes of Motorola, Wacom, and ViewSonic among others.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: