Anúncios
DicasNews

Art Basel Miami, referência para arte latino-americana


É quase impossível falar sobre os artistas e eventos programados para o período de 6 a 9 de dezembro quando Art Basel Miami Beach captura atenção de todos – até daqueles que são pouco afeitos às artes plásticas…


SWITZERLAND AUTUMN

A ideia de montar um show de arte em Basel (Basileia) veio no final dos anos 60 com um grupo de audaciosos donos de galerias de arte daquela cidade suíça, encravada na fronteira com França e Alemanha. A intenção era criar um canal de vendas adicional para arte contemporânea em forma de um show, e os criadores imaginaram aquelas galerias de arte de prestígio enviando suas obras e, assim, garantir uma seleção de trabalhos de alto nível. O diretor da Messe Basel na época, Hermann Hauswirth, simpatizou com aquela ideia e assim, em parceria com o comitê organizador que contava com Trudl Bruckner, Balz Hilt e Ernst Beyeler como forças motrizes para criação do novo show, a data de junho de 1970 foi estabelecida como a realização do primeiro show de arte de Basel. Desde o início, os envolvidos concordaram que o show de arte em Basel deveria admitir não apenas donos de galerias que representavam artistas contemporâneos e vendiam suas obras diretamente ao público como também negociadores de arte que ofereciam obras do século vinte.

Após o sucesso na abertura, Art Basel tornou-se a maior e mais prestigiada feira de arte contemporânea do mundo, com donos de galerias e marchands de artistas disputando um lugar no show anual realizado no mês de junho. No final dos anos 90, o número de galerias de arte dos Estados Unidos superava às dos outros países. Foi então que alguém com marketing na veia teve a brilhante ideia de montar uma filial da Art Basel no novo continente. Depois do fatídico September Eleven em 2001, que forçou o adiamento da inauguração, Art Basel Miami Beach abriu sua primeira edição no Miami Beach Convention Center com 180 expositores.

O sucesso foi tão grande que a cada ano este número foi aumentando. Além disto, Art Basel Miami Beach ganhou uma característica própria ao se tornar referência em termos de arte latino-americana. Galerias de arte dos países da América Latina (Brasil inclusive) enviam obras de seus artistas para expor neste mega evento, pois a venda de um trabalho numa feira de arte desta magnitude representa faturamento financeiro e empresta prestígio às galerias e aos artistas. Atualmente quase 300 galerias internacionais de mais de 30 países estão presentes neste evento que magnetiza as atenções dos admiradores de arte moderna e contemporânea.

Lembro-me bem do início do evento, antes mesmo da inauguração oficial, quando os organizadores convidaram um grupo de jornalistas para falar sobre o projeto de criar a Art Basel Miami, no final dos anos 90. Pretendiam reproduzir em solo americano o mesmo sucesso obtido em terras europeias. Creio que nem eles sonhavam com a repercussão internacional que a versão americana ganharia, e nem com seu crescimento paulatino ano após ano.

Hoje, em sua 16ª edição, o evento extrapolou e se multiplicou em feiras paralelas por vários locais do condado de Miami Dade – em Miami Beach mesmo, Coral Gables, em Midtown/Design Distrcit, Wynwood – e subiu até Fort Lauderdale e região. Ou seja, todos querem estar de alguma maneira ligados ao evento máximo de arte moderna e contemporânea do Sul da Flórida. Isto se reflete no tráfego, no entra e sai de pessoas nos locais dos eventos, nos hotéis e restaurantes e, sobretudo, na mídia que reproduz tudo que ocorre durante os quatro dias do super show de arte.

É quase impossível falar sobre os artistas e eventos programados para o período de 6 a 9 de dezembro quando Art Basel Miami Beach captura atenção de todos – até daqueles que são pouco afeitos às artes plásticas. Afinal, os eventos não deixam de ser locais para conhecer novas pessoas, trocar experiências e, quem sabe, descobrir afinidades – sejam elas, comerciais, pessoais ou amorosas. Os VIPs (aquele pessoal que todos chamam de esnobe, mas adorariam estar no lugar deles) são convidados para uma inauguração privé, reservada para a noite de 5 de dezembro.

Quem quiser saber toda a programação da Art Basel Miami pode consultar este site https://www.artbasel.com/miami-beach/at-the-show. Não é à toa que atualmente o evento figura como um dos principais do turismo de Miami Beach.

E os que perderem as versões europeia e americana agora têm oportunidade de visitar Art Basel Hong em maio de 2019 – a mais nova filial do circuito Art Basel pelo mundo. Desnecessário dizer que do outro lado do mundo o foco é nos artistas e galerias de arte asiáticos. Lá como cá, a resposta do público tem sido espetacular.

downtown_miami_002-animation1

BizBrazil-Logo 2

Revista Binacional de Negocios

 

Anúncios
Sobre Tozzi (121 artigos)
A class of 1979 graduate from FAAP with over 30 years’ experience, he has also worked for 5 years for Grupo O Estado de S.Paulo/Jornal da Tarde, all the while also freelancing for publications such as Exame, and magazines such as Grupo Ideia, editora da IstoÉ, e Química e Derivados, da editora QD. In the media relations world, he worked for Burson Marsteller in São Paulo, one of the sector's most highly regarded companies wherein he held the title of Gerente de Imprensa and fulfilled the job function of coordinating the activities of his fellow colleagues. In the United States, he has become known as one of the nation’s top Portuguese-speaking journalists having in his curriculum the experience of being editor-in-chief of such publications such as Florida Review in Miami and AcheiUSA in Broward. Furthermore, in South Florida, he collaborated on the journal, O Estado de S.Paulo, with the radio station CBN, and was editor of Sony magazine’s Portuguese branch. His work in television includes CBS Telenotícias, which provided Brazil with journalistic information and PSN, a sports station, wherein he produced the tennis broadcasts. Finally, he also worked for RIT TV as a director of journalism. He worked as a color commentator for NBA games, which are broadcast live to Brazil via TNT (Canal Space Brasil) and also a weekly contributor to the website Direto da Redação. He is a translator who counts on a client base which includes the likes of Motorola, Wacom, and ViewSonic among others.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: